Deputado solicita inclusão dos portadores de Coagulopatias Hereditárias Raras, doença de von Willebrand e Hemofilia no Plano de Vacinação contra a Covid-19

  • 17 de maio de 2021

Levando em consideração o Plano Nacional de Imunização (PNI) apresentado pelo Governo Federal, o deputado estadual Jurailton Santos (Republicanos), apresentou no dia 11 de maio, na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), a Indicação 25.162/2021. O iniciativa solicita ao governador Rui Costa e ao secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, a inclusão dos pacientes portadores de Coagulopatias Hereditárias Raras (CHR), doença de von Willebrand e Hemofilia no quadro prioritário da vacinação contra a Covid-19, mediante indicação do médico da rede pública ou privada que acompanhe o paciente.

Jurailton explica que os portadores dessas doenças são indivíduos mais vulneráveis ao vírus da Covid-19, pois se expõem rotineiramente aos centros de saúde para poder realizar o tratamento, como clínicas, hospitais, laboratórios, hemocentros, dentre outros, além da busca por medicamentos e a possibilidade de internações em casos mais graves, em locais onde há grande chance de contágio pelo novo coronavírus.

“Os efeitos da Covid-19 variam conforme o organismo de cada indivíduo, podendo ser devastadores em pessoas que já estejam com o sistema imunológico fragilizado. E é justamente essa a situação dos pacientes que estão em atendimento por conta das suas coagulopatias. Conto com a sensibilidade do governador na concretização dessa Indicação, e que o mesmo possa operacionalizar a distribuição da tão relevante vacina para esses  pacientes. É nosso dever assegurar a todos condições dignas de enfrentamento, para que da melhor forma consigam superar esse momento difícil”, disse o parlamentar.

As coagulopatias hereditárias são doenças hemorrágicas decorrentes da deficiência de um ou mais fatores da coagulação, e encontram-se presentes em todos os grupos étnicos e regiões geográficas. Das coagulopatias hereditárias, a doença von Willebrand e as hemofilias são as mais frequentes.

Texto e foto: Assessoria de imprensa do deputado estadual Jurailton Santos